O que está acontecendo com a Invisalign?

Este post é sobre a recente abertura de uma loja da Invisalign e de sua campanha publicitária.

A introdução dos alinhadores pela Invisalign tem sido um dos mais importantes avanços da Ortodontia. Por isso, a Invisalign é a principal empresa que fornece alinhadores para os ortodontistas e dentistas. Recentemente, a Invisalign comprou uma grande quantidade de ações da Smile Direct Club (SDC) que fornece alinhadores diretamente para os pacientes sem que eles precisem ver um dentista. Eu já postei sobre isso antes.

Parece que agora a Invisalign está explorando um modelo parecido por meio da abertura de uma loja Invisalign na Califórnia. O modelo de funcionamento é o seguinte:

  • Uma pessoa que está interessada no tratamento ortodôntico vai à loja;
  • Os empregados, que podem não ter qualificação em Odontologia, discutem o tratamento e fazem o escaneamento dos dentes da pessoa;
  • O técnico prepara o ClinCheck e discute com o paciente;
  • Em seguida, o paciente escolhe um dentista/ortodontista local que vai monitorar o tratamento;
  • Então a Invisalign envia a documentação para o dentista/ortodontista local indicado para monitorar o tratamento. Ele vai decidir se aceita o paciente e vai fazer as mudanças que achar necessárias no plano de tratamento;
  • Por fim, o paciente vai visitar o dentista/ortodontista que será responsável pela colocação dos alinhadores e pelo acompanhamento do tratamento.

Eles também começaram uma campanha publicitária que sugere que os aparelhos fixos possuem uma tecnologia ultrapassada. Aqui está uma captura de tela:

O interessante é que eu não conheço um estudo de alta qualidade que mostre que o tratamento com o Invisalign seja tão efetivo quanto o tratamento com o aparelho fixo. O uso do fórceps de extrações na imagem também é bem estranho. Isso sugere um tratamento com extrações ou é uma tentativa de reforçar a ideia de “apertando, arrancando e torcendo”?

Após a publicação desse anúncio a AAO e a CAO escreveram para a Invisalign, que respondeu com uma carta de pedido de desculpas. Porém, na carta o CEO da Invisalign escreveu:

“Nós sabemos que os doutores e os consumidores têm opções de escolha com relação ao tratamento e como nós acreditarmos que os alinhadores são a melhor e mais moderna opção para o alinhamento dos dentes, nós queremos transmitir essa mensagem de modo que isso seja positivo para a nossa marca”.

Está parecendo que a Invisalign está promovendo o seu produto dando a entender que o mesmo é mais avançado do que os aparelhos fixos.

Existe algum problema aqui?

Eu vou dar somente a minha interpretação sobre a loja Invisalign de acordo com as regras da Odontologia do Reino Unido. Eu acho que existem muitos problemas, principalmente ligados à dúvida se é um dentista quem examina o paciente na loja Invisalign.

Eu enviei um e-mail para a Invisalign para esclarecer tal problema, mas eles não me responderam. Porém, algumas consultas à loja sugerem que nenhum dentista trabalha lá.

Avaliação da saúde bucal

O primeiro estágio de qualquer tratamento odontológico deve ser uma avaliação da saúde bucal do paciente, que só pode ser feita por um profissional da Odontologia que recebeu o treinamento apropriado, possui registro e trabalha seguindo as normas de conduta da área. No modelo da loja Invisalign, eu não consegui ver como tal avaliação vital é feita, pois os pacientes podem não ser vistos por um dentista. Esse é um problema fundamental sobre os cuidados com o paciente.

Consentimento

O consentimento deve ser obtido antes do tratamento começar. O dentista é a única pessoa que pode obter a o consentimento informado para o tratamento ortodôntico. Portanto, o paciente não pode dar o consentimento na loja. É importante ressaltar que se os alinhadores são feitos antes do paciente ter a consulta com o ortodontista/dentista que vai monitorar o tratamento, o consentimento só poderá ser obtido retrospectivamente. Isso envolve um risco considerável. Porém, se o dentista que vai monitorar o tratamento, examinar fisicamente o paciente e pedir os alinhadores após a consulta, o consentimento informado completo poderá ser obtido.

O exercício ilegal da Odontologia

Eu não estou 100% seguro sobre esta questão. É importante nós levarmos em consideração que, como as imagens são usadas para fazer os alinhadores, o escaneamento seria classificado como um procedimento da Odontologia. No Reino Unido somente os dentistas e os profissionais ligados à Odontologia podem legalmente exercer a profissão, uma vez que trabalham com um critério definido de conduta. Assim, se tal modelo de tratamento fosse feito no Reino Unido, o técnico da loja estaria exercendo ilegalmente a profissão e poderia ser processado.

Quem fica responsável pelo tratamento?

Isso está claro. É o dentista quem monitora o tratamento. Os empregados da loja que planejaram o tratamento inicialmente não são responsáveis. Assim, se existirem problemas mais sérios com o tratamento, o dentista que monitora o tratamento é quem estaria sujeito às sanções disciplinares.

Eu não sei bem como é a regulamentação da Odontologia nos EUA. Eu acho que isso varia de Estado para Estado.

O que eu acho?

Baseado no meu conhecimento e na minha interpretação da regulamentação da Odontologia no Reino Unido, não sei se esse tipo de tratamento poderia ser feito no Reino Unido. Por exemplo, há algum tempo, um dentista estabelecido no Reino Unido tentou oferecer tratamento com alinhadores sem os pacientes verem o dentista. A Sociedade Britânica de Ortodontia o denunciou para o Conselho Geral de Odontologia e ele foi impedido de exercer a Odontologia e está aguardando uma audiência disciplinar.

O diretor do Conselho Geral de Odontologia para o exercício adequado, Jonathan Green, disse:

“As consultas face-a-face são um aspecto essencial para se tratar o paciente de forma segura”.

“Aonde quer que um modelo de negócios venha a comprometer o tratamento do paciente ou seja incompatível com os nossos Padrões para o Grupo Odontológico, nós agiremos”.

Seria interessante ouvir os pontos de vista das Sociedades de Especialistas ou reguladores sobre o assunto. Está bem no começo e está tudo muito quieto (embora a AAO e a CAO tenham escrito cartas para a Align sobre o anúncio, mas não sobre a loja). AAO, você vai fazer alguma coisa ou vai ficar confortavelmente entorpecida?

Traduzido por Klaus Barretto Lopes

Instrutor de Ortodontia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil

Professor Visitante da Universidade de Manchester, Inglaterra, Reino Unido

(Visited 2,786 times, 14 visits today)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *