An occasionally irregular blog about orthodontics

O tratamento ortodôntico melhora a qualidade de vida!

By on April 10, 2017 in Portuguese with 0 Comments
O tratamento ortodôntico melhora a qualidade de vida!

O tratamento ortodôntico melhora a qualidade de vida!

 Todos nós presumido que o alinhamento dos dentes melhora a qualidade de vida de uma pessoa.

Mesmo que esse conceito seja lógico, ainda faltava alguma forte evidência. Até agora…

Eu tenho pesquisado e estudado os efeitos do tratamento ortodôntico por muitos anos. Durante esse tempo eu tenho tentado encontrar evidências sobre a melhora na qualidade de vida proporcionada pelo tratamento ortodôntico. Enquanto isso é um lógico desejo, existiam poucos estudos sobre esse importante assunto. Essa recente revisão sistemática está dando um grande passo à frente respondendo a essa importante pergunta.

Does orthodontic treatment before the age of 18 years improve oral health-related quality of life? A systematic review and meta-analysis.

Hanieh Javidi, Mario Vettore, and Philip E. Benson

Am J Orthod Dentofacial Orthop 2017;151:644-55

http://dx.doi.org/10.1016/j.ajodo.2016.12.011

Um grupo localizado em Sheffield, no Norte da Inglaterra, fez esse estudo.

O que eles fizeram?

Eles fizeram uma revisão sistemática padrão da literatura. O objetivo deles foi revisar sistematicamente a literatura atual para identificar mudanças na qualidade de vida relacionada à saúde bucal antes e após o tratamento ortodôntico.

A PICO foi:

Participantes: Pessoas com idade de 17 anos ou menos ao início do tratamento.

Intervenção: Qualquer tratamento ortodôntico, mesmo o mais estranho!

Comparação: Qualidade de vida relacionada à saúde bucal antes e após o tratamento ou um grupo que não tenha recebido tratamento ortodôntico.

Resultados: Qualidade de vida relacionada à saúde bucal utilizando um questionário validado.

Desenho do estudo: estudo clínico randomizado, estudo clínico controlado, cohort prospectivo, estudos transversais ou estudos caso-controle. Quase tudo!

Eles fizeram uma busca padronizada da literatura, identificaram artigos, aplicaram relevantes filtros e conduziram avaliações da qualidade dos artigos que eles incluíram. Eles colocaram os dados em várias meta-análises para apresentar conjuntamente aos achados gerais.

O que eles acharam?

Eles acharam inicialmente 1590 estudos e reduziram isso para uma amostra final de 14 estudos.

Importante ressaltar que eles não encontraram nenhum RCT. Oito estudos foram cohort, um foi uma mistura de cohort com transversal, três foram transversais e um foi um caso-controle.

A qualidade geral dos estudos foi moderada.

Quando eu analisei os dados, achei que a maioria dos estudos foi de “antes e depois”, mas isso foi um pouco difícil de se saber. Eles produziram um belo gráfico em floresta (Forest plots) para ilustrar os achados.

Ao final eles concluíram que a qualidade de vida relacionada a saúde bucal melhora bastante após o tratamento ortodôntico, particularmente nas dimensões do bem-estar emocional e social.

Eles escrevaram um bela discussão que foi relevante para os achados deles. Importante ressaltar que eles apontaram algumas das limitações da pesquisa que eles conduziram. Eu vou falar mais sobre isso.

What did I think?

Primeiramente eu me senti tranquilizado e satisfeito por, pelo menos, termos um estudo que mostrava um benefício do tratamento ortodôntico.

Esse estudo tem vários pontos positivos. Eu achei que foi uma boa revisão sistemática da relevante literatura. Importante lembrar que eles fizeram uma avaliação completa dos artigos e relataram os achados acuradamente, sem exageros.

Apesar disso, nós precisamos levar em conta alguns problemas devido à natureza dos estudos que foram incluídos, que são:

Eles não encontraram um estudo clínico randomizado. Isso é importante. Porém, é difícil saber como nós poderíamos conduzir um estudo para responder a essa questão. Isso porque não é possível alocar nossos pacientes para tratamento ou não tratamento. Por conta disso, todos os estudos foram observacionais e não alcançaram um alto nível de evidência.

Eles classificaram os estudos como moderado/baixa qualidade. Isso não é incomum para uma revisão sistemática em ortodontia. Nós simplesmente temos que aceitar que essa é a melhor evidência que nós temos, até agora.

A maioria dos dados foi coletada a partir de estudos de “antes e depois”. Mesmo que isso mostre uma mudança na qualidade de vida relacionada à saúde bucal, nós não podemos ignorar o fato de que isso poderia ter melhorado sem nenhum tipo de tratamento e, simplesmente, ter mudado com o tempo.

Conclusões gerais

Se nós colocarmos todos esses fatores juntos, eu acho que eles fizeram uma boa revisão sistemática que nos fornece a melhor evidência disponível. Eu estou satisfeito que agora nós podemos dizer (com moderada confiança) que o tratamento ortodôntico leva a uma melhora moderada na qualidade de vida relacionada à saúde bucal…o que é bom.

Traduzido por Klaus Barretto Lopes

Professor Visitante da Universidade de Manchester, Inglaterra, Reino Unido Instrutor de Ortodontia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil

 

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top

Pin It on Pinterest

Share This