An occasionally irregular blog about orthodontics

Revisão do Ano? Desde aceleração do tratamento, extrações até óleo de cobra1!

By on December 20, 2016 in Portuguese with 0 Comments

Revisão do Ano? Desde aceleração do tratamento, extrações até óleo de cobra1!

 Como nós estamos chegando perto do fim do ano, eu fiz uma revisão do ano baseado nos 10 posts mais lidos.

Há 3 anos eu estou fazendo esse blog. Eu estou muito satisfeito que ele esteja sendo lido amplamente. No primeiro ano ele foi lido 87.000 vezes e esse ano aumentou para 325.000. Alguns posts são mais populares que outros.

Esses são os 10 posts mais lidos nesse ano. Se você quiser revisitá-los basta clicar nos links…vale a pena dar uma olhada neles, por conta dos comentários e das discussões.

Vamos falar sobre AcceleDent

Esse foi um resumo dos posts sobre as pesquisas que relataram os efeitos do AcceleDent. Alguns devem pensar que eu tenho um problema com essa intervenção, pois eu continuo postando sobre ela. Esse não é o caso, o que eu acho interessante é que o produto foi desenvolvido, amplamente adotado e vendido por ortodontistas e ainda nenhuma pesquisa mostrou que ele funcione de verdade.

Bem vindo para a ortodontia do “faça você mesmo”.

Esse post foi sobre os novos sistemas que têm sido desenvolvidos que permitem que as pessoas façam o tratamento ortodôntico sem ver um dentista ou um ortodontista. Eles simplesmente fazem as próprias moldagens e a companhia envia os alinhadores pelo correio para os mesmos. Então, eles alinham os próprios dentes.

Vamos falar sobre braquetes rápidos

Essa foi uma discussão sobre braquetes rápidos.

Protração precoce da maxila com extra-oral para a maloclusão de Classe III: Uma pesquisa que nos mostra alguma coisa de verdade

Esse foi sobre um ótimo artigo do Noroeste da Inglaterra que mostrou que a protração com extra-oral utilizada em uma amostra de pacientes com 8 anos de idade reduziu a necessidade de cirurgia ortognática.

As extrações ortodônticas modificam o perfil dos tecidos moles?

O título diz tudo, esse post gerou um grande número de boas discussões.

Ortodontia do “faça você mesmo”: Invisalign, Smile Direct Club e outras coisas

Nesse post, eu chamei a atenção da nova iniciativa da Invisalign na qual eles trabalham com o Smile Direct Club, que é uma forma de tratamento direta com o paciente.

30 ano de ortodontia: O que mudou?

Essa foi uma simples lista de reflexões de um ortodontista acadêmico que está entrando no estágio final da sua carreira clínica. A discussão foi interessante.

Oh não, nós temos uma mancha branca após a remoção dos braquetes!

Esse post foi muito popular. Eu acho que isso aconteceu porque esse estudo apresentou evidências para o tratamento das manchas brancas.

Eu decidi me tornar um vendedor de óleo de cobra!

Essa foi uma discussão levemente acalorada sobre as vendas na ortodontia e a ética envolvida nisso. Ela não foi direcionada a nenhuma filosofia em particular, grupo de praticantes ou indivíduos. Eu acho que alguns comentários foram brilhantes!

Aparelhos funcionais fixos não fazem a mandíbula crescer: Um festival de dados cefalométicos

Novamente, esse foi um post muito popular, pois ele tratou de um problema clínico comum.

Finalmente, eu estou planejando trabalhar duro no blog no próximo ano. Eu espero ter alguns autores convidados para escrever alguns posts, eu também vou criar uma nova seção de artigos clássicos que têm influenciado a nossa prática e eu vou desenvolver um app (meus residentes e pós-graduandos têm me alertado que eu estou ficando ultrapassado e preciso fazer isso!).

Eu também espero tornar esse blog poliglota. Alguns dos posts foram traduzidos para o português por Klaus Barretto Lopes que está trabalhando conosco em Manchester e eu sou grato pelo apoio dele. Eu estou procurando por voluntários que estejam dispostos a se comprometer em traduzir os posts em qualquer outra língua no ano que vem. Se você quiser ajudar é só me dizer. Não terá dinheiro para fazer isso, pois o blog é de graça!

Obrigado por ler esse blog ao longo do ano. Um post regular aparecerá na semana que vem.

 1uma substância sem real valor medicinal vendido como um remédio para todas as doenças. Fonte: Oxford Dictionaires

 

Traduzido por Klaus Barretto Lopes

Professor Visitante da Universidade de Manchester, Inglaterra, Reino Unido

Instrutor de Ortodontia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Top

Pin It on Pinterest

Share This